Nossos livros digitais: Direito do consumidor, sociologia, política etc. Amazon [clique aqui para acessar], um dos sites mais conceituados em livros digitais. Os livros são de minha autoria.


POLÍCIA FEDERAL: SAIBA COMO DENUNCIAR. ACESSE AQUI.

terça-feira, 24 de julho de 2012

Como acabar ou reduzir fraudes nos vestibulares, provas da OAB e ENEM

Fraudes e mais fraudes. Muito fácil.

1) Que o ensinos antecedentes ao ingresso na universidade sejam capazes de darem formações sólidas aos alunos de forma que sejam aprovado ao ingresso na universidade pretendida pelo histórico escolar. Mas para isto é preciso que os alunos tenham ensino de qualidade;

2) Que as universidades não possuidoras de qualidade de ensino sejam fechadas ou se dá tempo mínimo para elevarem suas qualidades. Através disto, os bacharéis de direito terão capacidades de exercerem suas profissões sem o exame da ordem.

Sim. As bases de ensinos devem ter sólidas condições de prepararem os futuros profissionais brasileiros. Há tempo se criam instrumentos compensatórios para as deficiências das instituições de ensino ou das forma didáticas que são postas aos alunos para que estes aprendam.

Há trinta anos qualquer pessoa saída de um estabelecimento de ensino público com carga de conhecimento suficiente para prestar vestibular. O que houve com o ensino público? Fácil: desvio de dinheiro e, consequentemente, decadência.

Como Brasil Progresso já relatou várias vezes, a corrupção faz com que o povo fique a cada dia ignorante. O Brasil é um dos pouquíssimos, ou único, país a ter vestibular. Até onde Brasil Progresso sabe, o Brasil é o único país que tem aprovação automática – alguns falam que acabou, mas professores de redes públicas de ensino dizem que não. Por quê? Povo ignorante é povo manipulado.

A quem interessa a corrupção? A quem interessa prejudicar o povo, os concidadãos brasileiros? E o que o povo faz para mudar a situação inebriante da corrupção?

Brasil Progresso defendendo os interesses da nação brasileira. Vamos acabar com a corrupção no Brasil

Chega de corrupções nos setores públicos no Brasil. Cassações de direitos de agentes públicos, principalmente, políticos e administrativos; e o não permitir a reintegração, jamais, aos setores públicos. Só assim o Brasil melhorará.

É notório que agentes públicos, principalmente administrativos e políticos, usam de suas atribuições e cargos nos interesses deles e não da nação brasileira.

É possível ser suspenso ou cassado, contudo, jamais perder, definitivamente, a elegibilidade passiva. Diante dos fatos corriqueiros se faz necessária mudança na lei de inelegibilidade.

O agente público, de qualquer classificação, que venha a lesar os cofres públicos, danificar e/ou destruir a flora e fauna brasileira deverá, quando trânsito em julgado, com os devidos direitos a defesa e processo legal, perder, definitivamente, sem quaisquer meios legais em contrário, a capacidade de reingressar em quaisquer funções públicas, seja concursado ou não. Ou seja, da comprovação de envolvimento ou feito ilícito, o agente público, quando trânsito em julgado, assegurado ampla defesa e contraditório, pelo resto de sua vida física, jamais poderá fazer, compactuar, gerir, participar, homologar, preencher cargo, que venha a ter acesso, direta ou indiretamente, com assuntos relacionados às funções públicas, licitações, permissões, concessões.

Só desta maneira é que o Brasil poderá acabar ou, pelo menos, tentar diminuir, satisfatoriamente, os atos de corrupções nos setores, cargos e órgãos públicos ou quaisquer assuntos pertinentes ao Estado.

lugar de ratos é no esgoto e não nos setores públicos

Assine as petições públicas de Brasil Progresso. Ajude a você, a mim, aos concidadãos e as nossas famílias a terem um país honesto, humanitário.

Somente com a união é que poderemos ter qualidade de vida indiferente de cor, etnia, religião, sexo. Queira dignidade em sua vida, aos seus filhos, parentes e a todos os brasileiros honestos e trabalhadores. Você ainda quer ser usurpado em seus direitos políticos e na sua dignidade humana?

Não aceite jamais hospitais públicos sem leitos ou estes escassos, escolas públicas sem cadeiras, com goteiras, sem merendas, greves constante de professores que prejudicam o ano letivo dos filhos, falta ou escassez de saneamento básico, ruas sem asfalto ou sem manutenção, presídios sem infraestruturas para ressocializarem os presidiários, ausência ou escassez de creches, presença de corruptos agentes administrativos a cobrarem para agilizar processos, poder emplacar veículo etc.

This work is licensed under a Creative Commons license.

Imprima ou salve em PDF

Sobre o Autor:
Humanista que contribui para a efetiva aplicação do artigo 3°, da CF/1988; (objetivos fundamentais), do artigo 5°, da CF; (Direitos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana), do artigo 37 (princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência; principalmente sobre a moralidade administrativa) da Constituição Federal de 1988; e Tratados Internacionais sobre Direitos Humanos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana dos quais o Brasil é signatário. NÃO HÁ DIGNIDADE HUMANA NUMA NAÇÃO QUANDO A MAIORIA DO POVO NÃO TEM QUALIDADE DE VIDA SEJA POR: SALÁRIO MÍNIMO QUE NÃO ATENDE AS NECESSIDADES BÁSICAS (art. 7°, IV, da CF); ESCASSEZ OU AUSÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA (art. 144, da CF); SERVIÇOS PÚBLICOS INEFICIENTES (LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995); IMORALIDADE DOS AGENTES POLÍTICOS (LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992); DOENÇAS PROVOCADAS POR PRECARIEDADE NA INFRAESTRUTURA DE SANEAMENTO BÁSICO (LEI Nº 11.445, DE 5 DE JANEIRO DE 2007); OMISSÃO, NEGLIGÊNCIA DAS AUTORIDADES PÚBLICAS QUANTO AO USO INDISCRIMINADO DE AGROTÓXICOS NA ALIMENTAÇÃO HUMANA (LEI Nº 7.802, DE 11 DE JULHO DE 1989); VOTAÇÃO SECRETA DE PARLAMENTARES PARA ABSOLVER AGENTE POLÍTICO CORRUPTO..