Nossos livros digitais: Direito do consumidor, sociologia, política etc. Amazon [clique aqui para acessar], um dos sites mais conceituados em livros digitais. Os livros são de minha autoria.


POLÍCIA FEDERAL: SAIBA COMO DENUNCIAR. ACESSE AQUI.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Funcionário da Vivo pede que cliente arremesse celular contra a parede

imageEmbora eu sempre tenha vontade de fazer isso quando o sinal 3G do meu celular desaparece, nunca imaginei que arremessá-lo contra uma parede era a solução para meus problemas. Ao menos, foi isso o que um funcionário da Vivo afirmou a uma cliente, conforme o jornal Folha de São Paulo relatou nesta terça-feira.

A estranha recomendação foi feita após uma usuária dos serviços da operadora — que preferiu não se identificar — pediu ajuda ao atendimento online da empresa depois de passar meses sofrendo com problemas de qualidade em relação à internet móvel em seu aparelho. O que ela não esperava, no entanto, era que a resposta fosse aquela que ela encontrou no chat.

“Pega o aparelho e arremesse contra a parede! Resolve na hora”, dizia o atendente identificado apenas como Pedro.

image

(Fonte da imagem: Reprodução/Folha de São Paulo)

Diante do ocorrido, a Vivo afirmou ao jornal que sente muito o ocorrido e que o comportamento de seu funcionário foi um caso isolado, o qual não corresponde à sua visão de relacionamento com o cliente. Além disso, ela se comprometeu em trabalhar para que situações como essa não voltem a se repetir.

Em entrevista à Folha, o diretor-executivo do Procon-SP, Paulo Arthur Góes, afirmou que a consumidora que recebeu a improvável recomendação do funcionário pode entrar com uma ação por danos morais.

Fonte: Folha de São Paulo


Brasil Progresso- não me faz surpresa uma vez que tive problemas com a TIM.

Inúmeras ligações, protocolos e dizeres de desconto na próxima fatura, por falha de prestação de serviço.

Mas a alegria é assunto fictício – será que desconto é algo que se possa dizer alegria diante de serviços precários e constantes? –, pois a TIM disse que não foi dado o desconto e, ainda, não tinha o protocolo que eu falei.

Graça as gravações que fiz – não é crime quando se tenta provar inocência e veracidades de fatos quando lesão à direito – consegui provar.

Recomendo a todos que gravem a conversação. Tem dispositivos que grampeiam o telefone e no Mercado livre, por exemplo, tem vários.

Ou use dois celulares com gravadores. Se tentar por viva voz a atendente dirá “não estou entendendo”. Esperteza deles.

O impressionante que eles podem gravar e o cidadão não.

Imprima ou salve em PDF

Sobre o Autor:
Humanista que contribui para a efetiva aplicação do artigo 3°, da CF/1988; (objetivos fundamentais), do artigo 5°, da CF; (Direitos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana), do artigo 37 (princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência; principalmente sobre a moralidade administrativa) da Constituição Federal de 1988; e Tratados Internacionais sobre Direitos Humanos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana dos quais o Brasil é signatário. NÃO HÁ DIGNIDADE HUMANA NUMA NAÇÃO QUANDO A MAIORIA DO POVO NÃO TEM QUALIDADE DE VIDA SEJA POR: SALÁRIO MÍNIMO QUE NÃO ATENDE AS NECESSIDADES BÁSICAS (art. 7°, IV, da CF); ESCASSEZ OU AUSÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA (art. 144, da CF); SERVIÇOS PÚBLICOS INEFICIENTES (LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995); IMORALIDADE DOS AGENTES POLÍTICOS (LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992); DOENÇAS PROVOCADAS POR PRECARIEDADE NA INFRAESTRUTURA DE SANEAMENTO BÁSICO (LEI Nº 11.445, DE 5 DE JANEIRO DE 2007); OMISSÃO, NEGLIGÊNCIA DAS AUTORIDADES PÚBLICAS QUANTO AO USO INDISCRIMINADO DE AGROTÓXICOS NA ALIMENTAÇÃO HUMANA (LEI Nº 7.802, DE 11 DE JULHO DE 1989); VOTAÇÃO SECRETA DE PARLAMENTARES PARA ABSOLVER AGENTE POLÍTICO CORRUPTO..