Nossos livros digitais: Direito do consumidor, sociologia, política etc. Amazon [clique aqui para acessar], um dos sites mais conceituados em livros digitais. Os livros são de minha autoria.


POLÍCIA FEDERAL: SAIBA COMO DENUNCIAR. ACESSE AQUI.

quinta-feira, 13 de março de 2014

Comerciais de Neymar e Compadre Washington. Violações da dignidade humana

image

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos deputados  solicitou ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) e à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República providências para a retirada do ar do comercial do Guaraná Antarctica, da Ambev, no qual Neymar aparece fazendo pegadinhas com estrangeiros.

Na publicidade, o jogador brinca com os estrangeiros dizendo como se deve pedir a bebida.  No entendimento da Comissão, a publicidade viola “os princípios da dignidade humana". No requerimento feito pela Comissão de Direitos Humanos na Câmara dos Deputados diz que:

"Um jogador de futebol, respeitado no Brasil e no exterior, questionado por um turista sobre como pedir a bebida, ele ensina: um guaraná para o água de salsicha, um 'garrana' para o filhote de cruz credo. Ainda tem serra pelada e cão chupando manga... Fácil ver. Não se trata de apenas mais uma propaganda criativa. Trata-se da promoção do bullying, sua forma de praticá-lo, determinando inclusive seu público alvo: o turista em visita ao Brasil, no ano em que se realiza a Copa do Mundo"

BomNegócio.com

image

Se a Comissão de Direitos Humanos da Câmara não querem violações das garantias fundamentais da pessoa humana, então, há de se proibir também o comercial BomNegócio.com, com o pagodeiro Compadre Washington.

O pagodeiro, no final, chama a mulher de "ordinária" – a palavra é cortada. Também há claro desrespeito ao marido da mulher. A imagem da mulher no Brasil é constantemente associada  a objeto sexual dos homens, ainda há a ideia de que mulher consegue galgar cargos através dos dotes sexuais. Os casos de agressões masculinas constantes, que são tão comum, e por isto a existência da Lei Maria da Penha , já enseja a proibição, por entender um violação dos direitos humanos das mulheres.

A proteção da mulher, assim como dos estrangeiros, não podem ser negligenciadas, sob condição de não dar isonomia a todos os cidadãos, sejam nacionais ou não. A ideia dos deputados é evitar a xenofobia e dar uma imagem positiva do Brasil aos demais países: os brasileiros são comprometidos com os direitos humanos. Ora, fato é que dentro do próprio território brasileiro, a premissa não é verdadeira, no tocante ao comercial do BomNegócio.com onde denigre a imagem da mulher. Afinal, os deputados estão mais preocupados com o bem-estar dos estrangeiros ou dos próprios brasileiros? Soa como defensores das garantias fundamentais da pessoa humana de fundo de quintal.

Imprima ou salve em PDF

Sobre o Autor:
Humanista que contribui para a efetiva aplicação do artigo 3°, da CF/1988; (objetivos fundamentais), do artigo 5°, da CF; (Direitos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana), do artigo 37 (princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência; principalmente sobre a moralidade administrativa) da Constituição Federal de 1988; e Tratados Internacionais sobre Direitos Humanos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana dos quais o Brasil é signatário. NÃO HÁ DIGNIDADE HUMANA NUMA NAÇÃO QUANDO A MAIORIA DO POVO NÃO TEM QUALIDADE DE VIDA SEJA POR: SALÁRIO MÍNIMO QUE NÃO ATENDE AS NECESSIDADES BÁSICAS (art. 7°, IV, da CF); ESCASSEZ OU AUSÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA (art. 144, da CF); SERVIÇOS PÚBLICOS INEFICIENTES (LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995); IMORALIDADE DOS AGENTES POLÍTICOS (LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992); DOENÇAS PROVOCADAS POR PRECARIEDADE NA INFRAESTRUTURA DE SANEAMENTO BÁSICO (LEI Nº 11.445, DE 5 DE JANEIRO DE 2007); OMISSÃO, NEGLIGÊNCIA DAS AUTORIDADES PÚBLICAS QUANTO AO USO INDISCRIMINADO DE AGROTÓXICOS NA ALIMENTAÇÃO HUMANA (LEI Nº 7.802, DE 11 DE JULHO DE 1989); VOTAÇÃO SECRETA DE PARLAMENTARES PARA ABSOLVER AGENTE POLÍTICO CORRUPTO..