Nossos livros digitais: Direito do consumidor, sociologia, política etc. Amazon [clique aqui para acessar], um dos sites mais conceituados em livros digitais. Os livros são de minha autoria.


POLÍCIA FEDERAL: SAIBA COMO DENUNCIAR. ACESSE AQUI.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Eleições 2014. Fique esperto com presentinhos de candidatos

Capturar2

Brasil Progresso – Eleições surgem, e os eleitores não aprendem. Sempre a mesma tática [infalível] dos candidatos.

O povo ignorante – desculpe, mas é a verdade – continua a cair no “conto do vigário”. O pescador [candidato]dá “iscas” aos peixes [eleitores]. As “iscas” são diversas: dentaduras, habilitação de trânsito, máquinas de lavar, fogões, geladeiras, celulares, tablets, computadores etc.

Felizes, os “peixes” acham que estão sendo “espertos”, pois estão “ganhando” – o chamado “di grátis” – sem suarem a camisa. Geladeiras, sofá, celulares, óculos etc. Tudo é dado “di grátis” para os que necessitam de ajuda.

No ato imoral, o candidato a eleição “trabalha” para persuadir o povo inocente – ou será o “jeitinho brasileiro" de “leve vantagem em tudo”? – ao longo dos meses antes da eleição.

Promessas são feitas aos bobos (eleitores). Será que os brasileiros (eleitores) não estão cansados de viverem na miséria enquanto a maioria dos políticos ganham subsídios (remunerações) de R$ 10.000,00 (dez mil reais)?

Quando candidato distribui ou oferece prêmios e brindes é para desconfiar. Política séria não se faz com distribuições e prêmios, mas com planos eficientes de governo, ou seja, dizer o que fará durante a gestão.

Os eleitores devem ficar atentos ao político (novato ou veterano) que sempre é notificado pelo TSE, pois indica que o candidato vem cometendo irregularidades, o que já é gravíssimo e demonstra que o futuro gestor público não é confiável – quatro anos que podem piorar a vida do povo.

Outra dica é saber se o candidato já foi ficha suja, isto é, se já foi condenado por ato de improbidade administrativa (corrupção).

This work is licensed under a Creative Commons Attribution Non-commercial No Derivatives license.Permissões além do escopo desta licença Creative Commods 3.0 podem estar disponíveis em: http://transitoescola.net A cópia é permitida desde que cite este site / blog (colocar URL). A não ser de fontes replicadas, que podem ser modificadas, comercializadas, de acordo com suas respectivas licenças.

Imprima ou salve em PDF

Sobre o Autor:
Humanista que contribui para a efetiva aplicação do artigo 3°, da CF/1988; (objetivos fundamentais), do artigo 5°, da CF; (Direitos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana), do artigo 37 (princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência; principalmente sobre a moralidade administrativa) da Constituição Federal de 1988; e Tratados Internacionais sobre Direitos Humanos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana dos quais o Brasil é signatário. NÃO HÁ DIGNIDADE HUMANA NUMA NAÇÃO QUANDO A MAIORIA DO POVO NÃO TEM QUALIDADE DE VIDA SEJA POR: SALÁRIO MÍNIMO QUE NÃO ATENDE AS NECESSIDADES BÁSICAS (art. 7°, IV, da CF); ESCASSEZ OU AUSÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA (art. 144, da CF); SERVIÇOS PÚBLICOS INEFICIENTES (LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995); IMORALIDADE DOS AGENTES POLÍTICOS (LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992); DOENÇAS PROVOCADAS POR PRECARIEDADE NA INFRAESTRUTURA DE SANEAMENTO BÁSICO (LEI Nº 11.445, DE 5 DE JANEIRO DE 2007); OMISSÃO, NEGLIGÊNCIA DAS AUTORIDADES PÚBLICAS QUANTO AO USO INDISCRIMINADO DE AGROTÓXICOS NA ALIMENTAÇÃO HUMANA (LEI Nº 7.802, DE 11 DE JULHO DE 1989); VOTAÇÃO SECRETA DE PARLAMENTARES PARA ABSOLVER AGENTE POLÍTICO CORRUPTO..