Nossos livros digitais: Direito do consumidor, sociologia, política etc. Amazon [clique aqui para acessar], um dos sites mais conceituados em livros digitais. Os livros são de minha autoria.


POLÍCIA FEDERAL: SAIBA COMO DENUNCIAR. ACESSE AQUI.

sábado, 9 de agosto de 2014

Eleições 2014, promessas de governo e cuidados em quem votar

Brasil Progresso – Eleições: promessas, ex-condenados pela Ficha Limpa, novatos querendo ocupar cargo público político. Eis o que se vê muito.

Muitos brasileiros, diante das inúmeras notícias sobre corrupção no meio político se perguntam:

Em quem votar?

Brasil Progresso procurará ajudar quem está na dúvida.  Vamos lá:

 

  1. Condenados pela Lei Ficha Limpa – Esta lei foi idealizado pelos brasileiros que estavam cansados, como eu, de maracutais de políticos que só queriam lesar o povo. A Câmara dos Deputados demorou muito para aprovar esta lei de inciativa popular. Por quê? Porque ia contra interesses [dos corruptos] de políticos. Como a pressão do povo foi imensa, não restou aos “representantes” do povo acatar a vontade do povo. Mesmo depois de sua promulgação, a Lei Ficha Limpa foi combatida, como ainda é, para não surtir efeitos. Todavia, o povo não está mais querendo esmolas, mas o que manda a Constituição (primeiro de tudo, o povo). Votar em quem já foi condenado pela Lei [Ficha Suja] é andar numa ponte que está em mau estado de conservação. Há imensos riscos de se dar mal. E quem quer passar por ações pífias que não resolvem os problemas reais do povo, como saúde, educação, segurança pública, esgoto canalizado? Votar em quem em ficha-suja é um grande risco;
  2. Ataques aos outros candidatos – quando algum candidato não possui plano de governo, o que lhe resta é atacar os seus concorrentes [outros candidatos]. Assim, desvia a atenção do eleitor. É muito fácil dizer o que o outro não fez, mas, não se engane, quem ataca, na verdade, não vez quase nada quando foi governador, prefeito, vereador, deputado.  Não se deixe enganar pelo falso salvador da pátria;
  3. Promessas – Muitos prometerão como reduções de preços em pedágios (que são caros e as próprias concessionárias já poderiam reduzir sem a necessidade de político), contas de luz, água, esgoto, IPTU. Mas é preciso saber que reduzindo de algum setor outro setor poderá ter aumento para compensar;
  4. Construções e prestações de serviços públicos – Necessitam de licitações, e é notório que as empresas que prestam serviços públicos (transporte, luz, água, saúde, telefonia) atuais não fazem o que manda a Lei. Assim, o candidato que diz “Irei fazer em meu governo”, na verdade terá que dizer – o povo deve exigir - como agirá em caso de a concessionária não prestar serviço público adequado (art. 6º, § 1º);
  5. Conhecendo seu candidato – aqui deixarei links para consulta sobre vida pregressa de políticos. A vida pregressa dá uma boa ideia de quem é o candidato: lobo ou ovelha – pior quando é lobo em pele de ovelha. Abaixo os links. É só clicar:

a) .: Eleições 2014. Saiba pesquisar a vida pregressa de seu candidato, antes de votar;

b) Museu da corrupção;

c) Veja Online.

 

Uma boa pergunta ao seu candidato, seja pessoalmente ou em site/blog dele, é:

“O senhor diminuirá as mordomias (ajuda combustível, alimentação etc.) em seu governo”?

This work is licensed under a Creative Commons Attribution Non-commercial No Derivatives license.Permissões além do escopo desta licença Creative Commods 3.0 podem estar disponíveis em: http://transitoescola.net A cópia é permitida desde que cite este site / blog (colocar URL). A não ser de fontes replicadas, que podem ser modificadas, comercializadas, de acordo com suas respectivas licenças.

Imprima ou salve em PDF

Sobre o Autor:
Humanista que contribui para a efetiva aplicação do artigo 3°, da CF/1988; (objetivos fundamentais), do artigo 5°, da CF; (Direitos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana), do artigo 37 (princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência; principalmente sobre a moralidade administrativa) da Constituição Federal de 1988; e Tratados Internacionais sobre Direitos Humanos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana dos quais o Brasil é signatário. NÃO HÁ DIGNIDADE HUMANA NUMA NAÇÃO QUANDO A MAIORIA DO POVO NÃO TEM QUALIDADE DE VIDA SEJA POR: SALÁRIO MÍNIMO QUE NÃO ATENDE AS NECESSIDADES BÁSICAS (art. 7°, IV, da CF); ESCASSEZ OU AUSÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA (art. 144, da CF); SERVIÇOS PÚBLICOS INEFICIENTES (LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995); IMORALIDADE DOS AGENTES POLÍTICOS (LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992); DOENÇAS PROVOCADAS POR PRECARIEDADE NA INFRAESTRUTURA DE SANEAMENTO BÁSICO (LEI Nº 11.445, DE 5 DE JANEIRO DE 2007); OMISSÃO, NEGLIGÊNCIA DAS AUTORIDADES PÚBLICAS QUANTO AO USO INDISCRIMINADO DE AGROTÓXICOS NA ALIMENTAÇÃO HUMANA (LEI Nº 7.802, DE 11 DE JULHO DE 1989); VOTAÇÃO SECRETA DE PARLAMENTARES PARA ABSOLVER AGENTE POLÍTICO CORRUPTO..