Nossos livros digitais: Direito do consumidor, sociologia, política etc. Amazon [clique aqui para acessar], um dos sites mais conceituados em livros digitais. Os livros são de minha autoria.


POLÍCIA FEDERAL: SAIBA COMO DENUNCIAR. ACESSE AQUI.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Tablet NaviCity NT-1711. Quem se arrisca comprá-lo?

image

Brasil Progresso – Comprar sem ser consumista descontrolado – vende até o cachorro para comprar uma novidade na loja - é maravilhoso, principalmente quando o produto funciona corretamente.

Comprei o tal produto. Em pouco tempo parou de funcionar corretamente (travava). Ao levar na assistência técnica, a surpresa de Hades. Uma fila com várias pessoas reclamando do produto:

“Já é a segunda vez que retorno aqui e não é consertado meu tablet”.

“Em menos de um mês deu pau”.

“Trocaram por outro, de mesmo modelo, mas não funcionou”.

Pesquisando no Reclame Aqui vi o quanto de apresso tem os consumidores pela NaviCity: 

image

Mas a NaviCity não é a única em reclamações dos consumidores. O brasileiro quer novidades para parecer país de primeiro mundo. Acontece que os cidadãos do primeiro mundo são unidos, cautelosos e sabem cobrar seus direitos como consumidores.

Enquanto os brasileiros ficam reclamando das péssimas qualidades dos produtos vendidos em solo tupiniquim, e bem mais caros em relação aos demais países, a diferença entre os brasileiros e os estrangeiro é que os brasileiros não deixam de comprar. Ou seja, nos países com ação e mentalidade de primeiro mundo os consumidores não comprar nada de certa marca que esteja dando dor de cabeça.

Para tais consumidores [estrangeiros], o simples ato de reclamar não é o bastante. Além dos processos civis, por exemplo, há a atitude de boicotar tal marca. Assim, o fabricante perde dinheiro tanto nas ações civis quanto na encalhe dos produtos.

Eu, por exemplo, não compro mais de uma marca que me causou prejuízos – dias perdidos nas idas até a assistência técnica, que faz gastar tempo e dinheiro. Se todos os brasileiros fizessem o mesmo, com certeza, nós consumidores teríamos produtos com qualidade e mais baratos.

Num dos vídeos de Canal do Otário o personagem é enfático quanto ao boicote aos produtos defeituosos.

This work is licensed under a Creative Commons Attribution Non-commercial No Derivatives license.Permissões além do escopo desta licença Creative Commods 3.0 podem estar disponíveis em: http://transitoescola.net A cópia é permitida desde que cite este site / blog (colocar URL). A não ser de fontes replicadas, que podem ser modificadas, comercializadas, de acordo com suas respectivas licenças.

Imprima ou salve em PDF

Sobre o Autor:
Humanista que contribui para a efetiva aplicação do artigo 3°, da CF/1988; (objetivos fundamentais), do artigo 5°, da CF; (Direitos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana), do artigo 37 (princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência; principalmente sobre a moralidade administrativa) da Constituição Federal de 1988; e Tratados Internacionais sobre Direitos Humanos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana dos quais o Brasil é signatário. NÃO HÁ DIGNIDADE HUMANA NUMA NAÇÃO QUANDO A MAIORIA DO POVO NÃO TEM QUALIDADE DE VIDA SEJA POR: SALÁRIO MÍNIMO QUE NÃO ATENDE AS NECESSIDADES BÁSICAS (art. 7°, IV, da CF); ESCASSEZ OU AUSÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA (art. 144, da CF); SERVIÇOS PÚBLICOS INEFICIENTES (LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995); IMORALIDADE DOS AGENTES POLÍTICOS (LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992); DOENÇAS PROVOCADAS POR PRECARIEDADE NA INFRAESTRUTURA DE SANEAMENTO BÁSICO (LEI Nº 11.445, DE 5 DE JANEIRO DE 2007); OMISSÃO, NEGLIGÊNCIA DAS AUTORIDADES PÚBLICAS QUANTO AO USO INDISCRIMINADO DE AGROTÓXICOS NA ALIMENTAÇÃO HUMANA (LEI Nº 7.802, DE 11 DE JULHO DE 1989); VOTAÇÃO SECRETA DE PARLAMENTARES PARA ABSOLVER AGENTE POLÍTICO CORRUPTO..