Nossos livros digitais: Direito do consumidor, sociologia, política etc. Amazon [clique aqui para acessar], um dos sites mais conceituados em livros digitais. Os livros são de minha autoria.


POLÍCIA FEDERAL: SAIBA COMO DENUNCIAR. ACESSE AQUI.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Empreendedorismo é questão de escolha e rompimento com preconceitos

Ideia e Sucesso – O vídeo abaixo mostra uma bela jovem universitária. As cenas, em primeiro momento, na sociedade brasileira, pode gerar falatórios diversos. Apesar dos pequenos avanços sociais, quanto à mentalidade de “superior” e “inferior”, ainda há, infelizmente, o catalogar de ser bem-sucedido na vida.

Essa mentalidade começa a se diluir, perder a sua força ideológica segregacionista, todavia ainda vigora. Há um conceito secular de que ser bem-sucedido é ter universidade. Quem não tem vai trabalhar em subemprego. Outra mentalidade, quanto ao subemprego, é ser vendedor ambulante. Mas como o Brasil, historicamente, limitou o ensino superior às elites, o contorno do preconceito é admissível quando se vê analisa o tipo de trabalho do cidadão. Admissível para os que são segregacionistas, preconceituosos e estacionários na mentalidade de darwinismo social, que infelizmente ainda existe no Brasil.

Outra mentalidade darwiniana [social] diz respeito ao local. Bem-sucedido é quando a pessoa ostenta sua grandiosidade [ego] através de luxuosos utensílios etc. O vídeo, e que tenham muitos, serve para brasileiros [darwinistas sociais] que acham que um canudo na mão é sinal de diferenciação. Ainda há um frenesi desesperador em muitos brasileiros de parecer derrotado se não trabalhar em transnacional ou empresa brasileira de grande porte.

O Brasil vem mudando, mas ainda falta muito. Tanto é, que nordestinos ainda são perseguidos e humilhados como subespécies. Nas últimas décadas, os nomes de bares e mercearias foram trocados por délicatesse, petisquinho etc. O intuito é diferenciar dos pés sujos, mas para dar um tratamento mais humanizado aos donos de tais estabelecimentos.

This work is licensed under a Creative Commons Attribution Non-commercial No Derivatives license.Permissões além do escopo desta licença Creative Commods 3.0 podem estar disponíveis em: http://www.transitoescola.net A cópia é permitida desde que cite este site / blog (colocar URL). A não ser de fontes replicadas, que podem ser modificadas, comercializadas, de acordo com suas respectivas licenças.

Imprima ou salve em PDF

Sobre o Autor:
Humanista que contribui para a efetiva aplicação do artigo 3°, da CF/1988; (objetivos fundamentais), do artigo 5°, da CF; (Direitos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana), do artigo 37 (princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência; principalmente sobre a moralidade administrativa) da Constituição Federal de 1988; e Tratados Internacionais sobre Direitos Humanos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana dos quais o Brasil é signatário. NÃO HÁ DIGNIDADE HUMANA NUMA NAÇÃO QUANDO A MAIORIA DO POVO NÃO TEM QUALIDADE DE VIDA SEJA POR: SALÁRIO MÍNIMO QUE NÃO ATENDE AS NECESSIDADES BÁSICAS (art. 7°, IV, da CF); ESCASSEZ OU AUSÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA (art. 144, da CF); SERVIÇOS PÚBLICOS INEFICIENTES (LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995); IMORALIDADE DOS AGENTES POLÍTICOS (LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992); DOENÇAS PROVOCADAS POR PRECARIEDADE NA INFRAESTRUTURA DE SANEAMENTO BÁSICO (LEI Nº 11.445, DE 5 DE JANEIRO DE 2007); OMISSÃO, NEGLIGÊNCIA DAS AUTORIDADES PÚBLICAS QUANTO AO USO INDISCRIMINADO DE AGROTÓXICOS NA ALIMENTAÇÃO HUMANA (LEI Nº 7.802, DE 11 DE JULHO DE 1989); VOTAÇÃO SECRETA DE PARLAMENTARES PARA ABSOLVER AGENTE POLÍTICO CORRUPTO..