Nossos livros digitais: Direito do consumidor, sociologia, política etc. Amazon [clique aqui para acessar], um dos sites mais conceituados em livros digitais. Os livros são de minha autoria.


POLÍCIA FEDERAL: SAIBA COMO DENUNCIAR. ACESSE AQUI.

sábado, 30 de abril de 2016

Examinador do Detran foi suspenso do trabalho após reprovar filha de Cunha

O examinador da prova do Detran, Antônio Antunes Coimbra, irmão do ídolo do Flamengo, o ex-jogador Zico, foi suspenso de trabalhar por 30 dias em 2008. Além disso, ele nunca mais foi chamado para a banca de examinadores.

A punição ocorreu após ele reprovar no exame Camilla Ditz da Cunha, a filha do então vice-líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).  Segundo informações do jornal O Globo, Coimbra descobriu apenas dois dias depois da prova que o peemedebista havia enviado carta ao Detran acusando o examinador de tentar extorqui-la. 

A justificativa de Coimbra para a reprovação é que Camilla entrou na vaga sem dar a seta, o que lhe rendeu três pontos negativos e depois saiu sem soltar o freio de mão, o que acarretou na retirada de mais dois pontos.

Com o resultado maior que os quatro máximos para que o motorista passe, o irmão de Zico a reprovou. De acordo com o funcionário do Detran, a filha de Cunha foi avaliada por Jairo Ferreira de Melo, ficando Coimbra do lado de fora do carro, apenas anotando a ficha. 

O deputado, contudo, enviou ao então presidente do Detran, Sebastião Faria, uma outra versão, segundo a qual, Camilla foi abordada antes do exame por um funcionário do Detran que teria exigido R$ 400 para aprová-la. A filha do parlamentar teria percebido neste momento que outros alunos da autoescola haviam pago. 

Em um mês, a sindicância contra Coimbra foi instaurada e ele foi punido por insubordinação, e não extorsão, como aparecia na denúncia de Cunha.  À época, um e-mail enviado pelo governador do Rio, Sérgio Cabral, à presidência do Detran elogia a família Coimbra, que, segundo o ele é “sinônimo de honestidade e caráter”.

O e-mail ainda traz uma crítica a Eduardo Cunha. “Esse senhor que acusa um membro da família (de Zico) é sinônimo do que há de pior na vida pública brasileira”. Em seguida, garante aos Antunes: “No meu governo, bandido não tira onda de mocinho”. Mas Cunha conseguiu o que queria.

Foto: Lula Marques/Agência PT

Yahoo


Trânsito Escola – A fama de Eduardo Cunha está mais sujo que pau de galinheiro. Ainda é inocente na Lava Jato. Subordinação é muito diferente de extorsão, o que comprova que não houve crime por parte do examinador de trânsito.

Imprima ou salve em PDF

Sobre o Autor:
Humanista que contribui para a efetiva aplicação do artigo 3°, da CF/1988; (objetivos fundamentais), do artigo 5°, da CF; (Direitos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana), do artigo 37 (princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência; principalmente sobre a moralidade administrativa) da Constituição Federal de 1988; e Tratados Internacionais sobre Direitos Humanos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana dos quais o Brasil é signatário. NÃO HÁ DIGNIDADE HUMANA NUMA NAÇÃO QUANDO A MAIORIA DO POVO NÃO TEM QUALIDADE DE VIDA SEJA POR: SALÁRIO MÍNIMO QUE NÃO ATENDE AS NECESSIDADES BÁSICAS (art. 7°, IV, da CF); ESCASSEZ OU AUSÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA (art. 144, da CF); SERVIÇOS PÚBLICOS INEFICIENTES (LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995); IMORALIDADE DOS AGENTES POLÍTICOS (LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992); DOENÇAS PROVOCADAS POR PRECARIEDADE NA INFRAESTRUTURA DE SANEAMENTO BÁSICO (LEI Nº 11.445, DE 5 DE JANEIRO DE 2007); OMISSÃO, NEGLIGÊNCIA DAS AUTORIDADES PÚBLICAS QUANTO AO USO INDISCRIMINADO DE AGROTÓXICOS NA ALIMENTAÇÃO HUMANA (LEI Nº 7.802, DE 11 DE JULHO DE 1989); VOTAÇÃO SECRETA DE PARLAMENTARES PARA ABSOLVER AGENTE POLÍTICO CORRUPTO..