Nossos livros digitais: Direito do consumidor, sociologia, política etc. Amazon [clique aqui para acessar], um dos sites mais conceituados em livros digitais. Os livros são de minha autoria.


POLÍCIA FEDERAL: SAIBA COMO DENUNCIAR. ACESSE AQUI.

domingo, 12 de junho de 2016

Dirigir com responsabilidade é ter Dia dos Namorados feliz

Trânsito Escola – Aproveitando esta data, que os condutores ou condutoras, de veículos motorizados, não deixem de amar quem está ao seu lado. Quem ama não coloca a própria vida em perigo, muito menos de quem ama. Mesmo os casados há muito tempo, este dia deve ser comemorado com responsabilidade ao volante. Álcool e direção jamais combinam, jamais darão segurança, jamais garante

continuidade da vida. Ame a si, ame quem está ao seu lado, e mesmo que não esteja, neste dia, por questões de trabalho, quando a pessoa amada se encontra em outro estado, município, ou até país, não deixe de amar.

O amor direciona comportamentos, um deles é a autopreservação. Preservar-se para poder compartilhar momentos felizes ao lado de quem ama. Quem tem filhos, mais ainda deve agir de forma responsável nas vias públicas abertas à circulação. Quando cada casal se comprometer com seu parceiro ou parceira, vários casais assim se comportaram; o resultados será menos acidentes de trânsito.

Pense nisto!

Imprima ou salve em PDF

Sobre o Autor:
Humanista que contribui para a efetiva aplicação do artigo 3°, da CF/1988; (objetivos fundamentais), do artigo 5°, da CF; (Direitos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana), do artigo 37 (princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência; principalmente sobre a moralidade administrativa) da Constituição Federal de 1988; e Tratados Internacionais sobre Direitos Humanos e Garantias Fundamentais da Pessoa Humana dos quais o Brasil é signatário. NÃO HÁ DIGNIDADE HUMANA NUMA NAÇÃO QUANDO A MAIORIA DO POVO NÃO TEM QUALIDADE DE VIDA SEJA POR: SALÁRIO MÍNIMO QUE NÃO ATENDE AS NECESSIDADES BÁSICAS (art. 7°, IV, da CF); ESCASSEZ OU AUSÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA (art. 144, da CF); SERVIÇOS PÚBLICOS INEFICIENTES (LEI Nº 8.987, DE 13 DE FEVEREIRO DE 1995); IMORALIDADE DOS AGENTES POLÍTICOS (LEI Nº 8.429, DE 2 DE JUNHO DE 1992); DOENÇAS PROVOCADAS POR PRECARIEDADE NA INFRAESTRUTURA DE SANEAMENTO BÁSICO (LEI Nº 11.445, DE 5 DE JANEIRO DE 2007); OMISSÃO, NEGLIGÊNCIA DAS AUTORIDADES PÚBLICAS QUANTO AO USO INDISCRIMINADO DE AGROTÓXICOS NA ALIMENTAÇÃO HUMANA (LEI Nº 7.802, DE 11 DE JULHO DE 1989); VOTAÇÃO SECRETA DE PARLAMENTARES PARA ABSOLVER AGENTE POLÍTICO CORRUPTO..